Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

  • O Alentejo 2020 já apoiou  1 647 estudantes apoiados nos  Cursos Técnicos Superiores Profissionais?
  • 102 empresas já foram apoiadas em inovação  produtiva para a criação de novos produtos,  processos e sistemas de combate à COVID-19?
  • Já beneficiaram dos fundos europeus 569  empresas, com o apoio do Alentejo 2020?
  • 203 habitações em áreas urbanas já foram  reabilitadas com o apoio do Alentejo 2020?
  • O Alentejo 2020 já  apoiou 159 209 m2  de criação ou reabilitação urbana?
  • O Alentejo 2020  já apoiou 11 708  participantes em ações de trabalho  socialmente necessário?
  • 18 134 equipamentos informáticos foram  atribuídos a escolas e cedidos a alunos  carenciados, com o apoio do Alentejo 2020?
  • O Alentejo 2020 já beneficiou 13 303  crianças, através do apoio a infraestruturas de  acolhimento de crianças ou de educação?
  • O Alentejo 2020 já apoiou 125 equipamentos sociais e de saúde?
  • O Alentejo 2020 já apoiou 4665 candidaturas?

Portugal é o terceiro país com mais projetos financiados pela UE

Portugal é o terceiro país da União Europeia (UE) com mais projetos apoiados por fundos europeus desde 2014, segundo a KOHESIO a nova plataforma online lançada pela Comissão Europeia.

A KOHESIO revela que, ao todo, o atual quadro comunitário Portugal 2020 (PT2020) permite financiar 164.736 projetos de investimento no país, com destaque para a região Norte, onde se concentram quase um quarto dos projetos que foram ou serão apoiados por Bruxelas.

Até 2023 prevê-se que 1,7 milhões de projetos possam ser financiados em todo o bloco europeu, através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, do FC – Fundo de Coesão e do  FSE – Fundo Social Europeu, três dos fundos estruturais e de investimento a que os Estados-membros podem ter acesso.

Mas, como nem todos os países beneficiam do Fundo de Coesão (atribuído apenas a países onde o rendimento nacional bruto é mais baixo), aqueles que recebem este apoio conseguem alocá-lo a mais projetos, como é o caso de Portugal.

Itália  lidera o ranking com o maior número de projetos apoiados entre os 27 Estados-membros da UE: 739.673. Seguem-se a Alemanha com 283.599 e Portugal com 164.736 projetos

No caso de Portugal, só na Região NORTE, os fundos europeus permitem apoiar mais de 40 mil projetos.

Na lista constam, por exemplo, dois projetos de extensão do Metro do Porto (linha rosa e amarela) no valor de 190 milhões de euros e que contam com uma comparticipação de 70% da UE, um projeto de 50 milhões para construção de cabos submarinos para receção de energia offshore em Viana do Castelo (pago em 60% por Bruxelas) e um projeto de 36 milhões para prolongar o quebra-mar exterior do Porto de Leixões, com uma taxa de comparticipação de 85%.

Na Região CENTRO, o PT2020 apoia 24 mil projetos de investimento, como é o caso da iniciativa de 120 milhões da Navigator (com uma comparticipação de 35%) para combater a pandemia da COVID-19 através da pulverização de aditivos e/ou agentes surfactantes em guardanapos e outros produtos “tissue”, e o projeto de 45 milhões da Bluepharma para apostar em processos inovadores de produção e comercialização dos serviços e produtos da farmacêutica.

Na Área Metropolitana de LISBOA, o PT2020 apoia 22 mil projetos, que vão desde a Expansão do Metro de Lisboa (com um orçamento total de197 milhões, comparticipado em 52%) à construção de uma nova instalação industrial para produzir compressores elétricos.

Há ainda 8 mil projetos apoiados no ALENTEJO, 6 mil no ALGARVE e 8 mil nas ilhas dos AÇORES e da MADEIRA.

Consulte AQUI:

Plataforma KOHESIO

 

Fonte: CE/Negócios

 

Portal2020    Balcão Fundos



IFRRU2020